3 impactos da Inteligência Artificial na construção civil

Atualizado: 21 de jun.


Por Antônio Rezende CEO da Gero

A inserção da Inteligência Artificial (IA) em nosso cotidiano, que antes parecia existir apenas em filmes de ficção científica, já é uma realidade há algum tempo. Ela está presente em vários momentos do dia a dia, que vão dos mais simples, como no ato de desbloquear a tela do celular por meio do reconhecimento facial, aos mais complexos, como na construção de prédios e edifícios. Dá para acreditar?


Relacionada à capacidade dos dispositivos e softwares de pensarem como seres humanos, a IA vem transformando não só o setor cultural da sociedade, mas também o modo operacional de toda a cadeia produtiva. Esse processo, que ocorre desde o advento das máquinas a vapor, evolui constantemente e se encontra na atual era digital.

O foco das construtoras de pequeno, médio e grande portes está diretamente relacionado à redução de custos e à melhora da gestão de obras. Confira três benefícios do uso da tecnologia no ramo da construção civil e imobiliária:


1. A análise de dados associada à inovação

A produção de dados e informações durante uma obra é constante. Isso ocorre devido à complexidade do projeto, ao armazenamento e manuseio de diversos materiais, ao controle de diferentes equipes de mão de obra e ao uso de equipamentos. A possibilidade de tratar essas informações com o auxílio da Inteligência Artificial se torna fundamental para coletar, processar, monitorar e gerir processos com respostas rápidas sobre o que ocorre no canteiro de obras.


O Big Data, que auxilia na coleta e análise de informações por meio da Inteligência Artificial, já é usado pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT) para a construção de parques eólicos. Com a análise dos dados gerados pelos computadores, é possível verificar o comportamento dos ventos e otimizar a localização de onde serão instaladas as pás eólicas para potencializar a geração de energia. O que demandaria muito tempo com engenheiros em campo, agora é feito de forma ágil e eficiente por meio da IA.


2. Diminuição de riscos e gestão da segurança

O uso da IA também vem para somar no auxílio da medição dos níveis de segurança e no monitoramento das atividades dos colaboradores nos mais diversos cenários da construção civil.


Com ela, é possível identificar, em tempo real, possíveis violações do código de normas regulatórias para, assim, corrigi-las de maneira rápida e eficiente. Também é viável realizar a automação a distância em máquinas que apresentam algum risco de operação, diminuindo a possibilidade de acidentes e perigos à saúde dos trabalhadores.

Os softwares de gerenciamento remoto de obras são capazes de produzir o orçamento e o planejamento de projetos em poucos minutos, além de possibilitar o controle de tarefas de obra em tempo real, a integração da equipe e a medição da produtividade de forma econômica e inovadora.


3. Do início ao fim: a gestão de vendas e atendimento ao cliente

A Inteligência Artificial é capaz de ajudar em todas as fases de uma obra. Um exemplo disso é que, por meio da análise e interpretação de dados do mercado imobiliário, ela facilita a comercialização de imóveis, verificando o potencial imobiliário de propriedades de acordo com a demanda e os hábitos de consumo dos clientes. Com foco na autonomia, também é possível realizar atendimentos aos clientes, responder suas perguntas e, com base nas respostas, oferecer serviços como geração de segundas vias de boletos e outros.


As possibilidades são vastas e os motivos para aplicar a Inteligência Artificial na sua obra são inúmeros, pois ela só traz benefícios.

Vale ressaltar que, com as tecnologias transformando processos, os modelos tradicionais de sucesso, aqui discutidos principalmente em relação aos negócios no setor da construção civil, estão ameaçados. O passo passa pela evolução com dados, tecnologia e inovação, repensando modelos além do sistema de ponto automatizado. O seu negócio já está preparado?


Publicado originalmente em The Funnel

38 visualizações0 comentário